Imprecisões e invenções

Junho 22, 2008

Uma das tarefas mais importantes quando se escreve um artigo é a verificação de factos. Se antes era preciso recorrer a  enciclopédias para confirmar factos históricos, hoje em dia temos acesso a essa informação através de wikis ou outros serviços online. Então como é que isto acontece?

Lisboa em ascensão turística

A capital de Portugal, Lisboa, é a porta de entrada para a Europa. A cidade está em ascensão turística. O idioma oficial é o português mas fala-se fluentemente o espanhol. É uma civilização marcada por diferentes costumes, de origem européia e africana. Sua arquitetura é essencialmente gótica. Banhada pelo Oceano Pacífico e tendo como principal o rio Tejo, Lisboa tem entre seus vultos históricos nomes importantes da história do Brasil, haja vista que já fomos colônia portuguesa. D. Pedro I e II, D.João VI e Dona Maria Leopoldina, entre outras, figuram em nomes de ruas, museus e demais patrimônios públicos. Lisboa é uma cidade plana, de velhos mas bem conservados casarios, clima tropical úmido, temperatura variável, fria no inverno e quente no verão, mas nada comparável ao calor brasileiro. Graças ao Estreito de Gibraltar, Portugal liga-se também ao Oceano Atlântico. O curioso é que 2/3 da capital portuguesa desapareceram após a II Guerra Mundial, mas o primeiro ministro de então, Marquês de Pombal, providenciou a recuperação das ruínas, com orientação de excelentes arquitetos, preservando a originalidade das construções (…)”

Para além da falta de conhecimento histórico e cultural básico do autor, há irresponsabilidade de quem o publicou. Com toda a informação à distância de um clique, como é que isto acontece?

Retirado daqui

Anúncios